Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva

"Sozinhos vamos mais rápido mas juntos vamos mais longe…"

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades

PAA

Guião 2019/2020

PAA atualizado em 05/02/2020 – versão minimalista

Programa Pedagógico da CMRM

  1. Conceito

O Plano Anual de Atividades do Agrupamento assume-se como o documento delineador do trabalho da comunidade escolar ao longo do ano, que apresenta as atividades a desenvolver por todos os Departamentos Curriculares, Subdepartamentos, Serviço de Psicologia e Orientação, Projetos e Clubes existentes e restantes estruturas.

Este documento é um instrumento de gestão que articula e potencia a realização de atividades destinadas aos diferentes graus de ensino, em estreita articulação com o Projeto Educativo (PEA) e com o currículo nacional.

A direção entende que os eixos definidos no PEA devem enquadrar a elaboração do presente plano. Assim, relembram-se os referidos eixos e as respetivas prioridades.

Eixos Descrição
Eixo 1Liderança e Visão Estratégica ·     Visão estratégica do Agrupamento e a respetiva missão;

·     Conceção de documentos orientadores ou de referência do Agrupamento;

·     Política de gestão dos recursos humanos, físicos e financeiros;

·     Exercício das funções de coordenação das lideranças intermédias;

·     Formação e desenvolvimento profissional dos colaboradores.

Eixo 2 -Sucesso Educativo e Organização Pedagógica ·     Melhoria do sucesso escolar;

·     Melhoria da qualidade do sucesso;

·     Reforço dos processos de Articulação Vertical/horizontal do Agrupamento;

·     Inovação e excelência na prática pedagógica.

Eixo 3- Qualidade do serviço prestado e impacto na comunidade ·     Processos de integração e articulação;

·     Comunicação interna;

·     Comunicação externa e imagem do Agrupamento;

·     Imagem institucional do Agrupamento;

·     Avaliação interna, que constitui um motor da qualidade do sucesso educativo;

·     Eficácia e eficiência dos serviços disponibilizados à comunidade;

Eixo 4 – Integração no Meio e Igualdade de Oportunidades ·     A oferta educativa/formativa e a sua adequação à comunidade envolvente;

·      As relações com a comunidade, essencialmente com:

·     Pais e Encarregados de Educação;

·     Autarquia;

·     Parceiros comunitários;

·      Igualdade de oportunidades para alunos com NEE;

·     A definição de meios complementares de apoio social;

O plano anual de atividades deverá ser constituído por todas as atividades que permitam, em contextos diversos, alcançar as metas definidas no PEA, dando especial relevo à melhoria do sucesso educativo, entendido na plenitude do conceito. Deste conjunto de propostas, deverão fazer parte todas as atividades que forem realizadas no agrupamento com o referido propósito, excluindo-se aquelas, que à luz do atrás mencionado, incorporem o desenvolvimento normal do currículo, em contexto de sala de aula, e, por isso mesmo, se restringem ao seio de um grupo turma. Essas atividades deverão fazer parte do plano de trabalho da turma.

A realização das atividades é da inteira responsabilidade dos seus promotores, sendo que à data da realização das mesmas devem ser ponderados todos os aspetos, logísticos e outros que poderão condicionar a sua concretização. Caberá à equipa do PAA articular e dar consistência ao processo de tomada de decisão e à direção a aprovação final de cada atividade, assim como dos respetivos encargos e fontes de financiamento.

A avaliação de cada atividade será efetuada de forma sistemática, no final da sua concretização, através do GARE (em http://ebifc-m.ccems.pt/course/view.php?id=268), pelos docentes responsáveis e/ou pelos intervenientes/participantes.

Entende-se por atividade toda o acontecimento esporádico com finalidade educativa que se desenvolve em articulação com a comunidade ou com a participação das diferentes estruturas do agrupamento.

Entende-se por Projeto ou Clube todo o acontecimento que se realiza de forma organizada num espaço alargado de tempo com uma finalidade educativa e com propósito curricular.

  1. Inserção de atividades no GARE

As actividades deverão ser inseridas pelos responsáveis das respetivas estruturas/clubes e projetos. Na inserção de atividades, apenas deverá ser indicado um proponente, exceptuando-se o caso do subdepartamento que terá associado apenas um departamento, mesmo que a proposta seja elaborada por subdepartamentos de distintos departamentos. Assim, evitam-se problemas nos atrasos inerentes ao processo de validação.

Deste modo, caso a atividade seja proposta por um determinado subdepartamento deverá ser o respetivo coordenador, após a necessária validação/concordância do subdepartamento, a inserir a atividade, cabendo ao coordenador de departamento curricular validar a mesma. Caso a atividade seja proposta pelo departamento, caberá ao coordenador de departamento a inserção da atividade que ficará automaticamente validada, faltando apenas a aprovação por parte do diretor do agrupamento. Chamamos a atenção para o facto de que cada atividade apenas deverá conter um proponente. (A indicação de Subdepartamentos e Departamento é considerado um proponente. Caso a proposta englobe vários subdepartamentos de departamentos diferentes apenas deverá ser indicado um departamento, caberá aos proponentes definir qual).

As atividades propostas no âmbito do PCT/plano de trabalho da turma, clubes e projetos não deverão ser inseridas em outros proponentes que não os atrás descritos.

Na inserção de atividades vão ser solicitados os seguintes dados:

  • Identificação: da escola, da tipologia da atividade e da atividade;
  • Data de realização: por período letivo ou por intervalo de datas (*);
  • Proponentes: estruturas responsáveis pela atividade;
  • Dinamizadores: responsáveis pela implementação da atividade;
  • Público-alvo;
  • Breve descrição;
  • Articulação com o PEA: onde já figuram eixos e prioridades do PEA;
  • Objetivos: objetivos específicos da atividade, num máximo de 3 e num mínimo de 1, sempre que possível clarificando a forma de articulação da atividade com as metas do PEA e com o currículo nacional;
  • Observações: caso necessárias;
  • Recursos não constantes do mapa de requisições: recursos materiais que não englobem requisições de material na secretaria, caso existam.
  • Receitas próprias da atividade: receita esperada proveniente da atividade ou donativos de instituições diversas;
  • Financiamento da escola: encargo financeiro que ficará à responsabilidade da escola (inclui uma estimativa do custo, por exemplo, de cópias);
  • Financiamento de outras instituições: por exemplo, estimativa do montante global a ser suportado pelos pais/EE;
  • Anexos: caso os proponentes queiram deixar registado um cartaz de divulgação, uma nota informativa ou outro documento;

(*) Tendo em conta a semestralização do ano letivo definida no PPIP, agora convolado em Plano de Inovação, para efeitos do GARE considera-se:

  • º período = 1.º semestre (entre 01/09/2019 e 28/02/2020);
  • º período = 2.º semestre (entre 29/02/2020 e 19/06/2020);
  • º período = atividades realizadas após o final do ano letivo (entre 20/06/2020 e 31/08/2020);

 

  1. Validação de atividades

A validação das atividades é feita pelo coordenador da respetiva estrutura intermédia, conforme o ilustrado, na figura, para o caso do Subdepartamento/Departamento:

PAA1

Assim que inserida uma atividade, o respetivo coordenador receberá um email com a notificação da necessidade de verificação da proposta. No entanto, aquando da abertura da aplicação, aparecerá uma nota a avisar da quantidade de propostas a carecer de validação, como o ilustrado na figura abaixo:

PAA2

As últimas alterações na aplicação possibilitam uma visão transversal do PAA por parte do diretor do agrupamento. Esta visão será disponibilizada no moodle para informação de todos.

PAA3

  1. Avaliação da atividade

A avaliação deverá acontecer no máximo até 7 dias úteis após a realização da atividade e poderá contemplar um de dois modelos: avaliação por parte do proponente (modelo A) ou avaliação por parte do proponente e por parte do público-alvo (modelo B).

PAA4

A avaliação feita através do modelo A obedece a um esquema de avaliação normalizado com questões tipo em formato check list. Os níveis a atribuir variam numa escala de 1 a 5 traduzindo genericamente os seguintes descritivos: 1 (má), 2 (fraca), 3 (média), 4 (Boa) a 5 (Excelente).

As perguntas apresentadas na avaliação são as seguintes:

PAA5

Por sugestão do proponente poderão ser introduzidas novas questões (personalizadas) na avaliação. Para além disso, o proponente deverá referir se a atividade foi objeto de divulgação e quais os custos efetivos da atividade (custos imputados à escola).

 

  1. Calendário para a inserção das propostas

A elaboração do PAA deverá obedecer ao seguinte calendário:

  • De 1 a 30 de setembro –fase de inserção de atividades;
  • Até 13 de outubro – Validação por parte da equipa e aprovação por parte do diretor;
  • 16 de outubro – Apresentação do plano em Conselho Pedagógico;
  • 17 de outubro – Aprovação do plano em Conselho Geral;

Nota: A proposta de atividades não se encerra nas datas acima referidas. Contudo, as propostas adicionais ficarão a necessitar de parecer do Conselho Pedagógico e anuência do diretor. Assim, deverão ser inseridas todas as atividades que, à data, se julguem adequadas e necessárias.

Requisição de recursos

  1. Para requisitar recursos para utilização em sala de aula ou em outro contexto (não inserido no PAA), selecionamos o separador “Outras atividades” e adicionamos uma atividade.

PAA6PAA7

  1. De seguida selecionamos o separador dos recursos:

PAA8

Requisitamos por tempo letivo ou por um dia.

PAA9

  1. Logo após a seleção por tempo letivo ou por dia, surge um separador para indicar a escola na qual se encontram os recursos.
  2. Após a seleção da escola, iremos requisitar o recurso colocando os tempos letivos, a sala e a escola para onde necessitamos do recurso.
  3. Apenas podemos requisitar recursos para uma atividade do PAA depois da atividade estar aprovada.

PAA10

De seguida, para a requisição de recursos, o processo é idêntico ao anterior.

Create your website at WordPress.com
Get started
%d bloggers like this: